2 comentarios sobre “Cristales Sólidos”

  1. Que os poetas vivos me perdoem mas hoje estou triste e envio aqui o meu adeus a Carlos Montemayor, poeta que amava os povos e as árvores e no-lo transmitia a esse imenso amor em poemas maravilhosos e nesses poemas ele continuará vivendo entre nós uma existência misteriosa mas cheia de luminosidade e chama.
    Até ao próximo poema que lerei.
    Joana Ruas

  2. comentario sin importancia: Se ve medio serio en la foto pero me identifico con un destino como pesimista azaroso a ver que tal la expresa.

Los comentarios están cerrados.